Qual Rosca você esta trabalhando? Descubra!

O primeiro procedimento para descobrir o tipo de roscas consiste na medição do passo da rosca. Para obter essa medida, podemos usar um verificador (pente / canivete) de rosca, escala ou paquímetro, sendo mais confiável o verificador de rosca.

Medindo com a escala     Medindo com o paquímetro

Os verificadores de rosca

Esses instrumentos são chamados verificadores de roscas e fornecem a medida do passo em milímetro ou em filetes por polegada e, também, a medida do ângulo dos filetes.

O pente de rosca ou canivete de rosca possui um lado com o padrão métrico e um lado com o padrão inglês(polegada), também há em apenas um padrão e os mais antigos com outros tipos de roscas.

Exemplo de leitura:

  • Leitura na lâmina selecionada
  • 1,0 – significa que o passo da rosca é 1 milímetro
  • 62G* – significa que existe 62 fios (passo) de rosca por polegada
  • 0,35 – significa que o passo da rosca é 0,35 milímetro
  • 11G* 5/8 – significa que existe 11 fios por polegada e que o diâmetro do parafuso no padrão withworth é de 5/8 de polegada (W5/8″)

*As roscas G têm uma forma cilíndrica de acordo com a norma EN-ISO 228-1. As roscas R têm a forma de um cone de acordo com a norma ISO 7-1. “Por exemplo, em uma rosca de tamanho 1/8”, as roscas podem ser especificadas como G1/8 ou R1/8

Sistema de roscas triangulares

As roscas de perfil triangular são fabricadas segundo três sistemas normalizados: o sistema métrico ou internacional (ISO), o sistema inglês ou whitworth e o sistema americano.

No sistema métrico, medidas das roscas são determinadas em milímetros. Os filetes têm forma triangular, ângulo de 60º, crista plana e raiz arredondada.

No sistema whitworth, as medidas são dadas em polegadas. Nesse sistema, o filete tem a forma triangular, ângulo de 55º, crista e raiz arredondadas. O passo é determinado dividindo-se uma polegada pelo número de filetes contidos em uma polegada.

No sistema americano, as medidas são expressas em polegadas. O filete tem a forma triangular, ângulo de 60º, crista plana e raiz arredondada.

Nesse sistema, como no whitworth, o passo também é determinado dividindo-se uma polegada pelo número de filetes contidos em uma polegada.

Nos três sistemas, as roscas são fabricadas em dois padrões: normal e fina. A rosca normal tem menor número de filetes por polegada que a rosca fina.

No sistema whitworth, a rosca normal é caracterizada pela sigla BSW (british standard whitworth – padrão britânico para roscas normais). Nesse mesmo sistema, a rosca fina é caracterizada pela sigla BSF (british standard fine – padrão britânico para roscas finas).

No sistema americano, a rosca normal é caracterizada pela sigla NC (national coarse) e a rosca fina pela sigla NF (national fine).

Cálculos de roscas triangulares métrica normal

Agora que você viu com detalhes os instrumentos de medir passo de rosca e os sistemas de roscas, vamos fazer alguns exercícios práticos. Antes dos exercícios, é preciso que você saiba quais são os procedimentos para determinar o passo da rosca ou o número de fios por polegada. Vamos usar o pente de rosca.

Para usar o pente de rosca procure no pente qual mais se parece com o parafuso  encaixe e veja contra a luz se não houver passagem de luz esta e a medida se passar luz pegue um maior ou menor ou com outro sistema de medida.

  • Verificar qual das lâminas do pente da rosca se encaixa perfeitamente nos filetes da rosca. A lâmina que se encaixar vai indicar-lhe o passo da rosca ou o número de fios por polegada.
  • Vimos que, no lugar do pente de rosca, você pode usar uma escala e medir, por exemplo, 10 filetes da rosca. Você divide a medida encontrada por 10 para encontrar o passo da rosca. Isto, se a rosca for do sistema métrico. Se ela for do sistema inglês, você deve verificar quantos filetes cabem em uma polegada da escala. O resultado, portanto, será o número de fios por polegada.
  • Medir o diâmetro externo da rosca com paquímetro. Tendo a medida do diâmetro e a medida do passo, ou o número de fios por polegada, você determina qual o tipo de rosca.

Ex: No canivete verificamos que a lâmina usada para o encaixe perfeito foi uma métrica com passo de 2,5 e no paquímetro vimos que o parafuso é de diâmetro 20 mm, consultando a tabela abaixo, confirmamos os dados.

Observe na tabela abaixo que o passo 2,5 é aplicado para parafusos de diâmetro 18, 20 e 22 mm.

Nota: Não é necessário consultar a tabela, uma vez realizado corretamente estes procedimentos.


0 comentários

Deixe uma resposta