Impressão 3D: Uma aliada na inovação
 
No processo de inovação e criação de novos produtos, a modelagem conceito é uma importante etapa para garantir os requisitos técnicos de um projecto. Com ela, é possível aprimorar, identificar falhas e verificar se determinado produto realmente funciona. 

A construção de protótipos e a sua aplicação nos mais diversos segmentos tem evoluído significativamente, prova disso é a prototipagem e impressão 3D.
Diferente de outros processos, a impressão 3D pode economizar até 75% do tempo e custos de fabricação de um produto. A técnica permite a construção de um modelo em poucas horas, a partir de dados tridimensionais de um software de design. A impressão 3D é uma tecnologia de manufactura aditiva, após a criação do design em software específico, a máquina lê os dados do desenho em 3D, combina suas secções transversais e deposita sucessivas camadas do material líquido, criando o modelo físico em apenas algumas horas.
As impressoras 3D atingiram um estágio tecnológico em que é possível criar qualquer produto. Empreendedores de qualquer área de actuação podem tirar suas ideias do papel com a ajuda de empresas especializadas em serviços de prototipagem rápida e que também ofereçam soluções completas para concretizar conceitos e ideias. Conheça as etapas e funcionalidades da impressão 3D:
 

Modelagem

Todo produto precisa de um estudo para nortear seu desenvolvimento, produção e design. O primeiro passo para a prototipagem e impressão 3D, e talvez a mais complicada, é a criação do modelo digital do produto. O empreendedor que não domina nenhum software de desenho técnico pode contratar a Projtec.
A modelagem começa em software específico, que através de ferramentas matemáticas desenvolve qualquer superfície tridimensional de um objecto, gerando uma representação gráfica. Os mais utilizados na modelagem tridimensional são OpenSCAD, Google Sketchup, Solid Works, Maya, Inventor e Blender. Há também sites, como o Thingiverse, com diversos objectos prontos para download.

Impressão

As impressoras 3D, montam os objectos em camadas, a partir dos mais variados materiais. Diferentemente das impressoras convencionais que criam imagens através da tinta, as 3D fabricam o objecto com altura, largura e espessura.
O tempo de impressão varia de acordo com a peça projectada – tamanho e detalhes.

Materiais e tamanho

Basicamente, o material mais usado na impressão 3D é o poliácidos láticos (PLA), mas diversos outros tipos de polímeros podem ser utilizados, como plástico ABS, nylon, plástico flexível (PETg e PVC).

Áreas

Diversas áreas são beneficiadas com a impressão 3D. Na arquitectura e design, maquetas, embalagens e mockups podem ser desenvolvidos e impressos em questão de horas e em diversos materiais. Jóias e esculturas, e até mesmo brinquedos, miniaturas ou esculturas estão entre os diversos itens possíveis de se produzir com uma impressora 3D.
Na saúde, modelos de implantes, peças educacionais e até mesmo próteses funcionais podem ser impressas. Actualmente, existe um projecto de código aberto, ou seja, livre de licenças e passível de alterações e adaptações, de uma mão mecânica que pode ser impressa em qualquer impressora 3D. Diversas crianças e adultos tem se beneficiado da prótese com baixo custo e de extrema resistência.
Na indústria, peças novas ou substitutivas podem ser fabricadas em questão de horas. Se um produto inovador é passível de industrialização, o empreendedor pode patentear sua invenção desde que atenda aos requisitos da Lei da Propriedade Industrial – novidade, actividade inventiva e aplicação industrial.

A Projtec

A Projtec foi criada por Marcus Chaves, Técnico em Mecânica Industrial. A empresa se propõe a suprir as necessidades das indústrias, instituições de ensino, consultórios médicos e odontológicos com o objectivo de difundir a tecnologia no mercado e apoiar o desenvolvimento de novos métodos e processos.  A empresa oferece os serviços de modelagem digital e impressão.